domingo, 4 de dezembro de 2011

O MÉTODO DAN LURIE

Nosso guru, Dan Lurie
          
              Eu estava bem comigo mesmo. Não ligava para minha barriga e tetas avantajadas conquistadas a base de muita bolacha, guaraná quinze, sofá e sessão da tarde. Eu era feliz entre meus falcons, playmobils, forte apaches, a molecada do bairro do sapo e a do colégio. Até que aqueles dois ovinhos localizados na altura da virilha, entre as duas pernas, inventaram de produzir e jogar na minha corrente sanguínea uma tal de testoterona. Aí então tudo mudou.
       Aquelas criaturas irritantes, de voz esganiçada e que choravam por qualquer coisa, de repente passaram a se tornar interessantes. Puxar suas Maria-chiquinhas perdeu a graça. Esconder grilos dentro do estojo delas perdeu a graça. Brincar de “menino pega menina” durante o recreio perdeu a graça. O recreio passou a ser nossa rodinha observando de longe a rodinha delas. Começamos a dar-lhes balas, pirulitos. Mandávamos bilhetes durante as aulas e éramos solenemente ignorados. Não éramos os moleques do colegial nem muito menos os Menudos. Passamos a ser os chatos. Éramos “crianças” demais.
            Em casa, lendo meu “Almanaque da Mônica”, veio a solução. No gibi, como de hábito, estava encartado o catálogo da Ediouro que continha “O método Dan Lurie de modelagem do físico”. No dia seguinte, levei a revistinha na escola e durante o recreio, convenci a molecada. Sabe porque elas não querem saber de nós? Por que nós não temos músculos. Vocês acham que o Rambo ou o Schwarzenegger têm problemas com garotas?
            Fizemos a vaquinha e, quinze dias depois, o método Dan Lurie chegou em casa pelo correio. A molecada ficou enlouquecida. Dan Lurie era o cara. Logo no começo do livro, havia uma foto de Dan tirando uma queda de braço com o então presidente americano Ronald Reagan. Entre as séries de exercícios propostos no livro, havia dicas de como abordar uma garota e de como melhorar a voz treinando com um osso de galinha entre os dentes. O método Dan Lurie era um misto de auto-ajuda com malhação. Empolgados, montamos nosso pequeno grupo de futuros “Mister Universo”. Durou uns quinze dias, até nós percebemos que tantos moleques juntos sem jogar bola era um desperdício. Dan Lurie foi trocado por uma bola Kichute número 5. Felizmente, as meninas caíram em si. Os Menudos estavam longe, lá em Porto Rico, e os caras do colegial nem queriam saber das pirralhas do ginásio. Mais ainda iria demorar um tempo até o gorducho comedor de bolachas se dar bem...

13 comentários:

  1. Grande Necrão!
    Adorei o post! Eu me lembro desse livro. Era meu sonho de consumo! Assim como você, eu também achava o livro seria a solução definitiva pra meus problemas com as mulheres. Ora, eu acabei nem comprando o livro nem "catando" ninguém...
    Enfim... ótimo post!
    Abraço,
    Miller

    ResponderExcluir
  2. VOU APROVEITAR O TEXTO COM MEUS ALUNOS. iNTELIGENTE, CÕMICO E SOBRETUDO REAL. BJS

    ResponderExcluir
  3. eu tenho um exemplar deste livro comigo...

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. venderia seu exemplar?

      Excluir
    2. Eu tinha um exemplar também, mas infelizmente o perdi. Ele contém um ótimo programa de condicionamento físico. Você não venderia uma cópia digitalizada?

      Excluir
    3. Eu tenho este livro.
      Posso vendê-lo para algum colecionador.

      Excluir
  4. lembro-me deste livro como se fosse hoje, tenho ele memorizado em minha mente tenho 42 anos é um corpo esculpido, as pessoas pergutam como adquirir o corpo,pois não frequento academias e desperdício gastar dinheiro com elas , todos os meus exercícios eu aprendi no método de dan lurie, são os seguintes , flexões sobre três cadeiras seguido de flexões de costas para triceps,uso livros para elevações laterais e uso sacos de arroz de 5 kg e assim vai.conheço as te´cnicas e são eficientes e sem gastar nem um tostão...bons tempos da ediouro

    ResponderExcluir
  5. e só completando o amigo no seu texto além de auto-ajuda,tinha defesa pessoal também,o livro era extraordinário , isso faz + de 25 anos atrás......

    ResponderExcluir
  6. Fantástica a tua forma de me relembrar dessas coisas, as mesmas coisas que todos vivemos em determinada época!

    Eu acho que ainda tenho esse livro... vou dar uma olhadinha nas minhas bagunças escondidas ali, num quartinho desativado, hahaha!

    Eu também comprei um outro livro que me empolgava igualmente: "Defesa pessoal para briga de rua"
    Boa Ediouro...

    Grato pelo texto.
    Saúde e Paz pra você!

    Jeremias Godinho.
    Aguas Claras, DF.

    ResponderExcluir
  7. Muito legal mesmo, tua maneira de expor suas memórias. Também me interessei por musculação muito jovem, inspirado por Conan e Rambo, meus heróis. Comprei o livro e com a ajuda de alguns amigos fiz equipamentos utilizando madeira e concreto. Em nossa cidade não havia nenhuma academia.
    Estudei o livro e consegui aprender os exercícios, com respiração e concentração. O resultado foi muito bom, fiquei bem forte, com volume, simetria e definição que chamava muito a atenção. Dessa forma atingi os resultados propostos no livro, inclusive com as meninas...
    Depois casei e abandonei os treinos por 10 anos, mas quando voltei a malhar a resposta do corpo foi muito rápida e voltei a mesma forma da adolescência... Parei por mais 9 anos e agora voltei para não parar mais enquanto tiver energia e saúde.
    Estou chegando aos 40 muito bem e devo muito ao conhecimento que adquiri com o livro de Dan Lurie.

    ResponderExcluir
  8. Muito legal mesmo, tua maneira de expor suas memórias. Também me interessei por musculação muito jovem, inspirado por Conan e Rambo, meus heróis. Comprei o livro e com a ajuda de alguns amigos fiz equipamentos utilizando madeira e concreto. Em nossa cidade não havia nenhuma academia.
    Estudei o livro e consegui aprender os exercícios, com respiração e concentração. O resultado foi muito bom, fiquei bem forte, com volume, simetria e definição que chamava muito a atenção. Dessa forma atingi os resultados propostos no livro, inclusive com as meninas...
    Depois casei e abandonei os treinos por 10 anos, mas quando voltei a malhar a resposta do corpo foi muito rápida e voltei a mesma forma da adolescência... Parei por mais 9 anos e agora voltei para não parar mais enquanto tiver energia e saúde.
    Estou chegando aos 40 muito bem e devo muito ao conhecimento que adquiri com o livro de Dan Lurie.

    ResponderExcluir
  9. Hoje me bateu o nome na cabeça e percebi que tenho internet, por quê não buscar esse nome no gógre?
    Hoje descobri que o Dan não tá mais no nosso mundo... Fiquei triste...

    Lembro do livro
    Não fiz nenhum exercício tampouco li as dicas de auto-ajuda... Comprei na Ediouro...
    Só lembro duma parte dele falando o quão ruim é ser magro, aquilo foi uma ofensa a mim, 63kg distribuído em 1.76m
    Entrei na ginástica muito, muito tempo depois
    O livro comprei em 85.
    :)

    ResponderExcluir
  10. Tenho este livro e interesso em vendê-lo.

    ResponderExcluir